A longa 7ª temporada de The Good Wife

rs_1024x759-151023090007-1024.the-good-wife-cast-season-7.ch.102315

Sou fã de The Good Wife. Como já mencionei anteriormente em outros posts, assisti à série quase que de uma vez só. Quando me aventurei na Netflix, apaixonei-me pelo mundo do Direito e política de Alicia Florick.

À medida que as temporadas passaram, a história foi dando reviravoltas e cada vez mais me deixei levar por The Good Wife. Porém, a série se estendeu demais. Esse ano, já na sétima temporada, o roteiro continua com mudanças supostamente drásticas, porém repetitivas.

Continuar lendo

4 séries dos anos 90

Os anos 90 voltaram com tudo. Textos sobre o que era popular na época como moda, música e até publicidade na TV estão rendendo vários compartilhamentos nas redes sociais. Isso sem contar aquela gargantilha de plástico – Gargantilhausei quando criança – que pode ser vista na rua por várias meninas e mulheres.

Nessa onda dos anos 90, que tal relembrar ou até mesmo conhecer algumas séries que fizeram sucesso na época?

Continuar lendo

The Good Wife: a jornada de 6 temporadas da advogada Alicia Florrick

Alicia

A série sobre advocacia e política The Good Wife me pegou de surpresa. Eu julguei cedo demais apenas pelo título, sem ao menos ler algo sobre a trama. E que surpresa boa quando eu arrisquei e comecei a trajetória das seis temporadas, desde o episódio piloto.

Spoilers para quem nunca viu ou parou antes da 6ª temporada

Continuar lendo

Moda nas séries de TV – parte 2: o profissionalismo de Washington a Chicago

Alguns seriados vivem através da rotina de trabalho das personagens. House of Cards, Scandal e The Good Wife mostram o lado profissional de importantes mulheres. Essas mulheres atuam como protagonistas (também pode-se considerar a Claire de House of Cards) tanto nas séries como nos ambientes de trabalho fictícios.

Nesses ambientes profissionais, além de trabalharem duro, as personagens investem pesado em diferentes looks de estilo social.

Claire Underwood | House of Cards

Claire 3

Continuar lendo

As mulheres fortes da TV americana

Tenho assistido séries que vão além quanto à representação social das mulheres. Vão além da maternidade e do romance, e as mulheres atuam como protagonistas das séries em outros contextos.

DARBY STANCHFIELD, KERRY WASHINGTON, COLUMBUS SHORT, GUILLERMO DIAZUm exemplo que extrapola as representações fajutas de sempre (mulher-mãe, mulher dona-de-casa e/ou mulher-sexy) é Scandal. A protagonista, uma mulher forte (aguenta qualquer tranco), é Olivia Pope. Além de ser mais uma série protagonizada por uma mulher, aqui é importante frisar que a mulher poderosa é negra, uma raridade na televisão (agora há outra sendo transmitida nos Estados Unidos: How To Get Away With a Murder).

Continuar lendo