A desilusão com o “behind the scenes” das nossas séries favoritas

Montagem GoT

As séries, assim como outras produções para televisão ou cinema, fazem parte do nosso imaginário. Claro que o trabalho por trás das câmeras é responsável por isso. Mas quando gostamos muito de um seriado é normal nos envolvermos com eles a ponto de irmos além na nossa imaginação e “acreditarmos” que o que se passa ali é real.

E ao saber como funciona o processo de produção das nossas séries  favoritas, pode surgir uma desilusão de quase partir o coração. Isso aconteceu comigo quando fiz o tour do Sex and the City e Gossip Girl em Nova Iorque e conheci o estúdio da Warner em Los Angeles.

Um vídeo que mostra como os efeitos de uma das cenas mais épicas da última temporada de Game of Thrones me fez lembrar desse sentimento. Quem quiser continuar com o próprio imaginário do mundo dos seriados intacto, não continue a leitura.

Continuar lendo

Moda nas séries de TV – parte 2: o profissionalismo de Washington a Chicago

Alguns seriados vivem através da rotina de trabalho das personagens. House of Cards, Scandal e The Good Wife mostram o lado profissional de importantes mulheres. Essas mulheres atuam como protagonistas (também pode-se considerar a Claire de House of Cards) tanto nas séries como nos ambientes de trabalho fictícios.

Nesses ambientes profissionais, além de trabalharem duro, as personagens investem pesado em diferentes looks de estilo social.

Claire Underwood | House of Cards

Claire 3

Continuar lendo

Voltei a praticar um dos meus vícios: Scandal

scandal-season-4-1Scandal é uma das séries que estão bombando, entre outras que abordam política. Acho que House of Cards supera Scandal quanto ao alcance de público (não tenho dados, apenas com base no que leio e observo), mas sou mais fã de Scandal, pois a dinâmica e foco de House of Cards é totalmente diferente.

E vou te dizer o porquê. Primeiro, devido ao papel principal ser protagonizado por uma mulher. E mais outro detalhe: negra. Isso faz parte de uma pequena porcentagem das produções americanas, mas sinto que esse cenário está aumentando já que outra série recente e de sucesso (How to get away with a murder) também é estrelada por uma negra.

Continuar lendo

As mulheres fortes da TV americana

Tenho assistido séries que vão além quanto à representação social das mulheres. Vão além da maternidade e do romance, e as mulheres atuam como protagonistas das séries em outros contextos.

DARBY STANCHFIELD, KERRY WASHINGTON, COLUMBUS SHORT, GUILLERMO DIAZUm exemplo que extrapola as representações fajutas de sempre (mulher-mãe, mulher dona-de-casa e/ou mulher-sexy) é Scandal. A protagonista, uma mulher forte (aguenta qualquer tranco), é Olivia Pope. Além de ser mais uma série protagonizada por uma mulher, aqui é importante frisar que a mulher poderosa é negra, uma raridade na televisão (agora há outra sendo transmitida nos Estados Unidos: How To Get Away With a Murder).

Continuar lendo